Nos Caminhos

De Pontão Nós Digitais

Sobre o Ponto

LOGO CAMINHOS II.jpg

Caminhos É um projeto que tem o objetivo de trabalhar com a elevação da auto-estima do Afro-Descendentes através da inclusão cultural. Os Instrumentos pedagógicos e metodológicos do projeto são: a música, a dança e o exercício do toque dos instrumentos musicais de percussão. A principal referência desse projeto são os valores e princípios de origens das matrizes africanas, por isso o exercício de respeito e louvação dessas manifestações culturais como o afoxé, o maracatu, a capoeira, o samba, etc.


site http://pontodeculturacaminhos.blogspot.com.br/

Contatos & Visitas

1° contato
Em Junho - Alinhamento do planejamento Integrantes: Mãe Isabel, David Rosa, Alessandra Gama e Sília Moan. Objetivo:Entender o Ponto de Cultura Caminhos como projeto especial e delinear o trabalho que será desenvolvido. O espaço tem demandas relacionadas a formação e mutiplicação na área de design gráfico para produzir cartazes, folder's e outros materiais. O espaço também tem demandas relacionadas a produção audiovisual e gravação, tratamento e veículação de áudio livre.

2° contato
Em Julho - Início da oficina com discussão sobre a interação entre software livre e terreiro: A luta pela
afirmação, liberdade e jeito colaborativo foram pontos-chave nessa conversa.  Em seguida partimos para a utilização dos softwares livres GIMP e Inkscape com intuito de desenvolver materiais de estamparia para o espaço. No GIMP as ferramentas trabalhadas foram: seleção retangular, seleção eliptica e laço. Acima, em barra de ferramentas, vimos em cores como trabalhar com brilho/contraste, curvas e colorizar. Também, em caixa de ferramentas, vimos pincéis, degradê e como instalar pincéis e novas tipografias no programa. Cada participante produziu uma imagem para interagir e se apropriar do software. No Inkscape trabalhamos a ferramenta de estrela para criar estampa para tecidos e vetorização para trabalhar imagens que serão utilizadas em telas de silk. Criamos uma estampa para a grife Criolê:


Criole.png


3° contato
Em Agosto - Apresentação de referencias como Tupigrafia e outras revistas com objetivo de inspirar os participantes tipograficamente; em seguida cada participante escolheu a imagem que seria trabalhada e tratou a mesma no GIMP utilizando ferramentas de camada>>transparencia>>cor para alfa. Tambem foi utilizada a borracha para apagar algumas falhas e ferramenta de pintura para pintar de preto as imagens selecionadas. Em seguida os participantes migraram para o inkscape com o objetivo de produzir etiquetas para a grife Criole.

4° contato
Em Setembro - Apresentação de referências de livros sobre produções de cartazes, como Cartazes Musicais, de Kiko Farkas com objetivo de inspirar os participantes visualmente; em seguida os participantes se dividiram em uma equipe editorial, em que cada um ficaria responsável por um momento do cartaz. O temo do cartaz é a festa de Ibeje e foram escolhidas imagens relacionadas ao maternidade e paternidade. Um dos participante da oficina tratou as imagens no GIMP utilizando ferramentas de camada>>transparencia>>cor para alfa. Também foi utilizada a borracha para apagar algumas falhas e ferramenta de pintura para pintar de preto as imagens selecionadas. Em seguida os participantes migraram para o inkscape com o objetivo de produzir o cartaz da festa de ibeje. Resultado (a continuação do cartaz acontecerá ao longo da semana:)

5° contato
Em Outubro - Produção de vídeos com Kdenlive. Todos os participantes da oficina selecionaram trechos de vídeos que retratam ações que acontecem no ponto e no terreiro. Inciamos a conversa falando sobre o objetivo que cada um tinha com aquele trecho e com o software Kdenlive foi apresentado o processo de decupagem. Cada um selecionou os trechos pretendidos para construir a narrativa e jogaram na linha de tempo. Foi feita uma tela de abertura e de finalização, onde os participantes puderem entenderem como aplicar tipografias e símbolos nos vídeos. Eles também inseriram uma trilha sonora em cada vídeo. Todos os vídeos foram renderizados.

Arquivo:Ibeje.jpg

6° contato
Em Novembro -Continuidade de produção de vídeos com Kdenlive. Os participantes decuparam clipes de imagens capturadas durante o encontro de mulheres tradicionais que aconteceu no terreiro e jogaram as cenas na timeline. Criaram uma abertura e inseriram transições. Esse vídeo foi produzido após todos os participantes produzirem outros vídeos para pensar melhor a narrativa desse produção maior. Em construção:http://vimeo.com/80304045

7° contato
Em Dezembro - Apresentação do software livre Dark Table com objetivo de facilitar a organizar dos registros dos eventos que o ponto de cultura organiza. Junto com os participantes foram selecionadas fotografias do encontro de mulheres tradicionais e organizadas para o tratamento coletivo. Os participantes entenderam como abrir arquivos, como abrir e gerenciar pastas e como editar fotografias para melhorar tonalidade, brilho/contrastes e outros efeitos.

8° contato
Em Janeiro - Como desenvolver apresentações utilizando o Inkscape+Libreoffice. A oficineira levou referências de apresentações e portfólios, com objetivo de incentivar o desenvolvimento de um portfólio com os principais trabalhos do coletivo. Foi apresentado o software libreoffice. As imagens selecionadas foram as tratadas no encontro anterior. Os participantes vão organizar os textos e tratar o restante das imagens para que o material seja montado no próximo encontro.

9° contato
Em Fevereiro - Montagem de apresentação sobre atividade produzidas ao longo da parceria com o Pontão Nós Digitais. O conteúdo foi selecionado previamente pelos participantes da oficina e foi pensada uma hierarquia de informações para a apresentação, bem como um layout de apresentação que condiz com a linguagem do ponto de cultura Caminhos. Foi utilizado o software livre Inkscape+Gimp.

10° contato
Em Março - Produção de identidade e de cartazes de divulgação do festival Grito Cultural (Mulheres Negras na história). Foi utilizado o software livre Inkscape para a produção dos cartazes.

Gritocultural.jpg

Cultura Digital e Arquitetura de Rede

O ponto possui um laboratório composto por 3 máquinas sob seguinte configuração:

  • HD 80 GB
  • Memória Ram 512 MB / 1GB
  • Processador Pentium 4HT 3.0 Ghz
  • Sistema operacional: Windows 7

Arquitetura de Conteúdo

  • Migração das máquinas para Software Livre
  • Editor de Apresentação (Broffice)
  • Web (gimp, inkscape, wordpress (css,html)
  • Softwares Gráficos (gimp, inkscape, scribus, darktable)
  • Edição de vídeo (kdenlive, blender)
  • Produção Musical (audacity)

Localização

Nos Caminhos
Rua João Alves 228 Jardim Adelaide, Hortolândia-SP

((19) 3845 4767 / (19)82779363

Coordenação: Mãe Isabel e Mãe Eleonora | E-mail: doneeleonora@gmail.com Site: [1]